Últimas Notícias
recent

Recuperação de Pontos Turísticos em Mato Grosso

O turismo no Estado está crescendo a cada ano, e com isso precisa-se de melhorias em algumas partes, tanto em mobilização das pessoas quanto em melhorias nas cidades turísticas que Mato Grosso possui. A Secretaria do Estado de Turismo de Mato Grosso (Sedtur/MT) está se empenhando em realizar diversas recuperações em pontos turísticos, não somente em Cuiabá, mas em todo o Estado. 


Na Capital, o Governo do Estado vai recuperar alguns pontos turísticos como a Comunidade de São Gonçalo, o Morro da Luz e muitos outros. De acordo com a secretária, Teté Bezerra, a outra cidade que precisa de adequações e investimentos é Chapada dos Guimarães. “Em Chapada está previsto a construção de um centro de eventos, obras de recuperação do Parque Nacional da Chapada, como também da Salgadeira. Estas obras serão executadas com recursos do BNDES com contrapartida do Governo do Estado”, explica. 

Mas não basta só recuperar ou construir determinado ponto, ela ainda ressalta a importância de incentivar os empresários da região. “Além das obras de infraestrutura, estamos com uma consultoria no município formatando e capacitando os empresários e profissionais que trabalham com o turismo. Temos um compromisso muito grande em preparar Mato Grosso para receber o turista que vem acompanhar os jogos da Copa do Mundo em Cuiabá, pois o grande legado que a copa deixará para o nosso estado, é o turismo”, enfatiza. 


Praias

A Sedtur elabora um material para divulgar os atrativos turísticos de Mato Grosso contém, as informações são sobre as belezas naturais da Região do Araguaia. O material divulga as praias do Araguaia e os diversos municípios que possuem o festival de praia. O Araguaia é uma região importante para o estado e o turismo é um dos principais atrativos. O Governo do Estado por meio da Sedtur vem desenvolvendo várias ações para fomentar o turismo na região, como por exemplo, o investimento na infraestrutura turística e na formatação do circuito de praia do Araguaia. 


O cenário exuberante ao longo do Rio Araguaia atrai cada vez mais turista do mundo todo. O trajeto à margem do rio é repleto de belezas naturais, animais e praias que sempre aparecem no período da seca, de junho a setembro. Um dos últimos recantos ambientais quase intocados no estado, localizado antes da foz do rio, está no município de São Félix do Araguaia, a 1.159 km de Cuiabá. 


O ideal é viajar pelas estradas no período da seca. Durante a chuva, elas ficam intransitáveis. De Cuiabá, capital de Mato Grosso, o acesso até a cidade é feito pela BR-158 e BR-242. 



Outro destino certo para os turistas que vão até Barra do Garças é o Complexo Turístico Salomé José Rodrigues, popularmente conhecido como Porto de Baé, localizado às margens do Rio Araguaia. Por lá, durante o dia, o viajante encontra uma estrutura organizada de quiosques, bares, restaurantes e cais para encostar lanchas e jet skis para a prática de esportes náuticos. Já à noite, o lugar torna-se agitado devido às boates das proximidades. 
O roteiro deve incluir também uma diária no Parque Municipal das Águas Quentes, que fica a pouco mais de 7 quilômetros do centro da cidade. Um local que possui piscinas de água quente, com temperatura em torno de 32º. Cada pessoa paga R$ 5 pela diária, além de pagar R$ 3 para guardar volumes (roupas e bolsas, por exemplo). O turista pode chegar até a região de carro e até de ônibus público. Além dos banhos, o parque oferece uma estrutura com bares, restaurantes, duchas, vestiários e instrutores de hidroginástica e ginástica de alongamento. 

Esses roteiros estão abertos o ano todo, mas entre os meses de julho e agosto o Porto de Baé lota para o festival de praia de rio. Os turistas curtem o sol durante o dia e, à noite, assistem aos shows regionais gratuitamente às margens do Rio Araguaia. 


Medida da Sema 

Para alertar os banhistas e turistas sobre as condições das praias que Mato Grosso possui a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA) desde 2005 realiza a campanha de balneabilidade, essa ação mede as condições sanitárias das águas destinadas à recreação de contato primário, sendo este entendido como um contato direto e prolongado com a água, no qual é elevada a possibilidade do banhista ingerir quantidades significativas da mesma. A utilização da água para fins recreativos é muito comum no estado de Mato Grosso. Por esse motivo, torna-se relevante conhecer a qualidade da água para garantir a preservação dos recursos hídricos e a proteção da saúde da população. O resultado está disponível no site da Sema/MT.

Se gostou do post, clique nas publicidades ao lado. Obrigado!
João Alves

João Alves

4 comentários:

Ícaro Pinto disse...

Mais um bom post John, parabéns!
Participei de pelo menos 2 festivais nas praias de rio de São Félix do Araguaia que são realmente bons em questões de atrações, preços e organização. Existe apenas um porém sobre este festival, um bem triste. A cidade de São Félix do Araguaia é bem próxima de várias aldeias indígenas e essa proximidade traz coisas boas e ruins.
Boas: os índios conseguem ter acesso a escolas, hospitais, lojas, supermercados, etc.
Ruins: influência em demasia com o homem "branco". E os exemplos são inúmeros, como o índio da região começar a beber alcóolicos, usar drogas, criar confusão em diversos ambientes, etc.
Infelizmente a cidade de São Félix ainda não se preparou 100%, ainda falta melhorar como tratam seus índios, mas com certeza o Brasil inteiro precisa aprender o mesmo.

Apenas Photos disse...

Aos poucos MT vai descobrindo que tem riquezas e assim os governantes vão valorizando esses lugares tão lindos e cheios de memórias do nosso povo. Obrigado pela sua participação.

Anônimo disse...

Moro em Primavera do Leste - MT e aqui temos a Lagoa Azul(não, não é a mesma de Nobres - MT) lá é lindo, pena que fica em lugar particular-privado, impossibilitando a visita sem autorização dos proprietários da fazenda onde ela se encontra

Apenas Photos disse...

Que pena que isso acontece, belezas da natureza deviam ser público... Obrigado pela participação

Tecnologia do Blogger.