Últimas Notícias
recent

Mickey tinha outro nome quando foi criado; saiba mais sobre o personagem

Um dos personagens mais famosos da história da televisão e do cinema, Mickey Mouse já teve outro nome. O ratinho, que está comemorando 85 anos, já foi chamado de Mortimer e estreou nas telas na animação "Steamboat Willie", em 1928.

"Esse filme tirou o desenho animado da condição de brincadeira para algo que podia ser apreciado por crianças e adultos", explica Carlos Azambuja, professor da Escola de Belas Artes da UFRJ.

Na época em que foi lançado, todos os filmes eram mudos e em preto e branco. A exceção foi o "O Cantor de Jazz" (1927), o primeiro filme com som da história do cinema.

"Steamboat Willie" repetiu a novidade e foi um dos primeiros desenhos animados com som completamente sincronizado, ou seja, em que as ações dos personagens acompanhavam a música e os efeitos sonoros. A cena com o Mickey assobiando ainda pode ser vista na vinheta de abertura de filmes de animação recentes da Disney, como "Enrolados" (2010).

A maior novidade de "Steamboat Willie" foi mesmo o Mickey Mouse - e sua namorada Minnie, que também fez sua estreia. Originalmente batizado como Mortimer, ele foi criado por Walt Disney (1905-1966) em uma viagem de trem, inspirado em um ratinho de estimação que o animador teve em sua juventude.

Foi a esposa de Disney, Lilian, quem sugeriu o nome "Mickey". O animador Ub Iwerks remodelou os traços do personagem, tornando-o mais arredondado. O desenho do Mickey mudou ao longo dos anos, assim como sua personalidade, que passou de travessa para bem comportada.

"Conforme o Walt Disney criava novos personagens, o Mickey foi ficando com a personalidade do americano médio certinho. Ele não é tão irritado como o Donald, nem tão zonzo quanto o Pateta. Aquela peraltice dos primeiros anos acabou ficando com outros personagens, como o Donald", explica Azambuja.

O sucesso dos desenhos de Mickey Mouse e dos produtos licenciados com sua imagem fizeram Walt Disney rico e deram origem à empresa de mesmo nome, que criou filmes como "Branca de Neve e os Sete Anões" (1937) e construiu os famosos parques temáticos na Califórnia e em Orlando.

A guia turística Ginha Nader é especialista em Disney e, desde 1972, leva turistas de todas idades para conhecer Mickey Mouse. Ela tem até estrela na calçada da fama dos parques da Disney e já escreveu livros sobre Walt Disney e seu famoso rato.

"O Mickey é atração do século XX. O cineasta Sergei Eisenstein o descrevia como a mão original da contribuição cultural dos Estados Unidos. O Museu de Arte de Nova York considerou o camundongo a maior figura histórica do desenvolvimento artístico dos Estados Unidos. Ainda hoje começo do século 21, Mickey continua sendo pop para as crianças", diz Ginha Nader.

Veja algumas imagens:





FONTE: Folha de São Paulo
João Alves

João Alves

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.