Últimas Notícias
recent

Cuiabá, a cidade em que sobram bares e faltam opções culturais

Uma cidade quente, com pessoas acolhedoras e animadas que cresceu sem planejamento urbano. Um centro histórico descuidado que parece ser muito diferente de bairros de classe média que reúnem bares e restaurantes conceituados. Seu maior presente, às vésperas de seu terceiro centenário, foi ser indicada para sediar quatro partidas da Copa do Mundo de 2014.


Essa é Cuiabá, no Mato Grosso, encravada no centro geodésico da América do Sul, no Centro Oeste Brasileiro. A capital mato-grossense é uma das portas de entrada para o Pantanal (que se divide em dois Estados brasileiros, MT e MS, além da Bolívia e do Paraguai).

Por ter uma temperatura média de 32o C, é uma das cidades que mais consome cerveja no país. Até por isso, seus bares são tão agitados e há uma crescente e interessante indústria artesanal dessa bebida. Nos últimos cinco anos apareceram cerca de 30.


As duas regiões mais agitadas na noite cuiabana são a praça Popular, que apesar do nome, concentra bares e restaurantes mais tradicionais e elitizados, e a praça da Mandioca, que tem espaços mais alternativos.

Agora, se sobram opções de gastronomia e bebidas - são mais de 1.000 bares e restaurantes em uma cidade com pouco mais de 500 mil habitantes -, faltam as atrações culturais. Não há museus com grandes acervos, galerias de fotos ou exposições permanentes, como em grandes cidades brasileiras. Um dos poucos atrativos é o Sesc Arsenal, um prédio do século XIX, que, no período imperial, armazenava as armas dos militares de todo o Mato Grosso. Nesse local, há várias apresentações culturais. A outra opção para conhecer um pouco da região é o aquário municipal de Cuiabá, com algumas espécies de peixes do Pantanal e um tanto mal cuidado.

Quem for hoje à Cuiabá, provavelmente encontrará um município muito diferente do que verá nas vésperas da Copa. Nunca houve tantas obras em um período tão curto. Só no trânsito, com a construção de pontes, viadutos, estradas, foram 23 intervenções ao custo de quase 300 milhões de reais. Isso sem contar a construção de um novo estádio, a Arena Pantana,l e de campos para treinamento. Atualmente, Cuiabá, e a vizinha Várzea Grande, onde está o único aeroporto para grandes aeronaves da região, são um gigante canteiro de obras.

Mas quem se deslocar até lá não deve ficar apenas na cidade. As principais opções turísticas naturais mais próximas são Nobres (a 120 km com um vasto parque aquático), além de Poconé e Cáceres (no meio do Pantanal, a cerca de 105 e 175 km de distância, respectivamente).

Nobres, perto da ex-badalada Chapada dos Guimarães, na Serra do Tombador, tem diversas cachoeiras e rios. Seu objetivo é se tornar um dos principais polos turísticos da região central do Brasil nos próximos anos. Os problemas são a reduzida quantidade de pousadas e hotéis. Os passeios lá custam entre 10 e 200 reais.


No Pantanal, nem tudo é tão barato. O preço de um hotel em Poconé, por exemplo, pode chegar a 420 reais por noite em uma suíte simples. Os mato-grossenses costumam dizer que essa é uma região que só os gringos conseguem visitar. É também uma cidade rica em festas populares. O folclore e a cavalhada de Poconé, em junho, reúnem cerca de 10 mil pessoas por dia.

A expectativa desses municípios é que a loteria, que Cuiabá ganhou ao receber a Copa, também se reverta em lucro para eles. Só é preciso que se preparem melhor.

FONTE: El Pais / Brasil
João Alves

João Alves

11 comentários:

Anônimo disse...

Cuiabá é massa; Estive lá em 2011 e achei top !

Anônimo disse...

Cuiabá é bom pra quem tem dinheiro, quem não tem acaba morando de aluguel em um lugarzinho bem violento e chato.

Anônimo disse...

Está igual Goiânia..
Todo dia um bar fecha, mas no lugar nascem 3 novos. Só tem bar nessa p****.
Mesmo tipo de música, mesmo tipo de gente.. Tudo caro..

Anderson Hernandes disse...

Moro em Cuiabá, e este artigo confere com a realidade. Há 3 teatros na cidade, mas são muito subutilizados, existem bons artistas locais, mas em pouco numero. Sesc Arsenal é um ponto ótimo para as alternativas culturais, mas é só.
O Centro com casarões antigos é muito mal cuidado, e por isso acaba sendo muito feio. Museu existe apenas 1 (que eu saiba), porém é sobre índios e artigos pré-históricos, é legal, mas é muito "fraco".
Os Bares da cidade são bons em geral, claro que como em qualquer lugar tem os que você é mal atendido, mas a maioria são bons, o problema são os preços, é tudo absurdamente caro (Já viajei para muitos estados, e me atrevo a dizer que aqui é uma das noites mais caras do Brasil, mas isso é "bom" para nós que moramos aqui, porque quando vamos a qualquer lugar fora daqui, achamos tudo "barato", rsrs), a noite cuiabana sem duvida é para a elite, e se você tem dinheiro, pode vir pra cá que a diversão é certa.
As belezas naturais só se encontra se sair de Cuiabá, indo pra Chapada, nobres, Poconé, Cáceres, Etc.
Uma vez chegou uns amigos nosso do Rio de Janeiro, e fui "apresentar a cidade", entramos no carro então pensei "para onde vou levar eles?!?!?", quase que desci do carro e perguntei se queriam ficar em casa e tomar uma cerveja, porque não tinha onde os levar. rsrs
Apesar disto, a cidade é muito boa, com um povo muito acolhedor. Nasci em São Paulo, mas já me considero um Cuiabano. tomara qua com a Copa melhore mais nossa cidade.
Anderson Hernandes

Marina disse...

Como já disseram, igualzinho a Goiânia. Aqui a programação de final de semana é bares e shopping, apenas.

digao dias disse...

quem quiser encher a cara Cuiabá é a cidade certa, o turista da copa vai ficar zanzando por aqui ali sem ter nada pra ver. realmente não tem muita coisa pra se ver não ser os jogos que serão fraquinhos, qué saber: pra Cuiaba esta de bom tamanho...passa a régua

Anônimo disse...

EU MORO EM CUIABÁ CONHEÇO AQUI DIOGO MAINARDI FOI PROCESSADO POR DIZER AS VERDADES SOBRE A CAPITAL DE MATO GROSSO ESSA CIDADE FAZ CALOR QUE VARIA DE 30 A 45 GRAUS QUASE TODOS OS DIAS, NÃO TEM ATRAÇÃO CULTURAL QUASE NENHUMA, O POVO DE CUIABÁ É UM DOS MAIS FEIOS DO BRASIL, AQUI É COMO O RAPAZ FALOU PARA VIVER SÓ SE TIVER DINHEIRO. AS 4 COISAS QUE MAIS TEM EM CUIABÁ BUTECO, ACADEMIA, IGREJA EVANGELICA E MOTEL SE ACHA QUE ESTOU MENTINDO SAIDA PARA RONDONOPOLIS, SAIDA P CHAPADA, KILOMETRO ZERO VARZEA GRANDE E FORA OS BAIRROS, VSOU SOCAR A REAL DE CUIABÁ.

Anônimo disse...

eu moro em cuiabá aqui é uma cidade boemia, voltadas para outras coisas.

Anônimo disse...

as obras de cuiabá p a copa do mundo estão todas irregulares, atrasadas, as trincheiras estão com vazamento e o vlt não será concluido a tempo, os políticos daqui são mto corruptos.

Anônimo disse...

é uma cidade que vive do funcionalismo publico, fantasma, e possue uma vida noturna agitada, não tem mais nada.

Anônimo disse...

na city só tem mesmo buteco rsrsrsrs.

Tecnologia do Blogger.