Últimas Notícias
recent

Saúde ao Máximo: O que são doenças hipocinéticas?

O nome é meio esquisito, mas essas doenças estão mais próximas de nós que imaginamos. As doenças hipocinéticas são causadas pela ausência de exercícios ou falta de movimentos (ser ativo). As pessoas que são sedentárias e que não possuem uma rotina de exercícios estão mais propensas a desenvolver esse tipo de problema de saúde.


Algumas das doenças conhecidas como hipocinéticas são: Obesidade, Cardiopatias (doenças do coração) , Hipertensão Arterial, Diabetes tipo II, Osteoporose, sarcopenia dentre outras. Para prevenir essas doenças é imprescindível que se tenha uma rotina de exercícios preparada por um profissional de educação física e/ou personal trainer. Uma coisa importante é saber que essas doenças trazem limitações ao corpo e devido a isso tem que se ter cuidado depois que se começa a desenvolver esse problema. As pessoas que sofrem de doenças hipocinéticas podem correr risco de morte se fizerem um esforço alem do normal.


Quando se tem consciência do que se pode fazer de exercícios eles são bastante proveitosos para realizar um abrandamento dos sintomas. O grande problema de se desenvolver uma doença hipocinética é que ela pode ser a “porta aberta” pra outras doenças mais graves. Algumas dessas doenças são silenciosas e oferecem grandes riscos a saúde. Nosso corpo foi feito pra ser ativo, mas lembre sempre do bom senso. Mudanças radicais tanto na alimentação quanto na pratica de exercícios acabam sendo mais prejudiciais que benéficas. Mude aos poucos os hábitos para eles serem para sempre, coloque em sua rotina exercícios que lhe proporcione prazer. Nada de chegar na academia e pegar o “Plano Master” (Todas as modalidades) pois é bem provável que ira desistir antes de completar o primeiro mês devido o grande volume de exercício executados em um curto período de tempo. Tudo com moderação e consciência, pois a mudança não pode ser um “Projeto Verão mas sim algo pra vida toda.

Bons treinos e mais saúde! Máximo José Gattass Batista
João Alves

João Alves

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.