Últimas Notícias
recent

As marcas de celular mais reclamadas em 2013, segundo o Procon

A Motorola foi a marca de celular mais reclamada pelos consumidores na Fundação Procon-SP durante o ano passado. Foram mais de 419 queixas registradas no Cadastro de Reclamações do órgão, entre janeiro e dezembro de 2013.

Segundo o Procon, das 419 reclamações feitas por consumidores, 60% foram atendidas. Elas envolvem problemas relacionados à entrega de produtos, como não entrega ou atrasos, e defeitos de qualidade que não foram solucionados em fase preliminar, gerando reclamações para fornecedores do comércio e fabricantes. “Deste universo, destacamos os produtos mais reclamados por defeitos de qualidade e os fornecedores responsáveis”, afirmou o Procon.

Em segundo lugar, aparece a fabricante Nokia. Durante 2013, ela recebeu 239 reclamações. Destas 35% foram solucionadas. Entre as fabricantes de dispositivos móveis, a Samsung foi a que liderou entre as empresas com maior percentagem de solução. Das 72 queixas da fabricante coreana, 94% foram solucionadas. Confira abaixo o ranking das cinco empresas mais reclamadas:

O Procon também listou empresas que lideraram queixas de produtos de outros setores. Na liderança dos produtos de linha branca, o Grupo Mabe, da GE, aparece com 327 queixas (64% atendidas). Já entre os produtos de informática, o Grupo Lenovo lidera com 170 reclamações (77%), e no grupo de televisores, a Philips aparece em primeiro, com 239 registros, sem 92% deles solucionados.

Outro lado

Procuradas pelo Portal InfoMoney, a Nokia, Samsung e LG não comentaram sobre o assunto até o fechamento desta matéria.

A Motorola afirmou, por nota enviada à imprensa, que seu maior compromisso é a satisfação de seus consumidores. "Desde o início de 2013, a Motorola vem investindo fortemente em amplo programa de melhoria do serviço de atendimento ao consumidor. Mais uma vez, a Motorola reforça o esforço e comprometimento de suas lideranças locais e globais no aprimoramento contínuo e atendimento de seus clientes."

Já a Sony Brasil disse que respeita a avaliação do órgão, mas que gostaria de ver o estudo em detalhes. "Para elaboração de uma análise mais detalhada, é necessário ter acesso aos critérios e dados que balizaram o estudo. A empresa destaca ainda que não figurou na lista das empresas mais reclamadas no ranking geral do PROCON em 2013 e tampouco na lista do SINDEC (Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor)", mostra a empresa.
Marcas Reclamações Atendidas

*Procon-SP
Motorola --- 419 --- 60%
Nokia --- 239 --- 35%
Sony --- 82 --- 24%
Samsung --- 72 --- 94%
LG Eletronics --- 43 --- 56%

FONTE: MSN / Dinheiro
João Alves

João Alves

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.